Passo a passo para tratar fotos em volume

O bom profissional está sempre em busca de novos aprendizados e, conosco, profissionais na arte de registrar momentos, não seria diferente. Pensando nisso, preparamos este tutorial eficaz sobre tratamento de fotos em grande volume.

Arrisco dizer que a fotografia esportiva foge da obviedade — que muitos já devem ter escutado — de que o arquivo em Raw possibilita grande liberdade criativa. Seria o ideal mas, no dia a dia, não é praticável. Em eventos como corridas de rua, triathlon, mountain bike e trail run, em que a quantidade de cliques é frenética, a câmera e o computador não suportariam.

No momento da foto, o buffer também não é capaz de acompanhar os cliques. Isso desacelera o ritmo, já que cada arquivo pode variar de 20 mb a 50 mb. Assim, prefira o bom e velho JPEG.

Não existem regras para o tratamento de imagens. Uns optam por um efeito marcante — com bastante contraste e saturação —, enquanto outros optam por um tratamento mais natural.

Mas, no nicho de fotos esportivas, a coerência e o meio termo sempre se destacam. O resultado deste trabalho produz o que chamamos de “fotos vendáveis”, ou seja, fotografias com grandes chances de serem vendidas.

  • E quais são as ferramentas disponíveis no mercado para adicionar esse toque especial às fotos?

Existem alguns Softwares para edição de fotografias profissionais. Um dos mais utilizados é o Adobe Lightroom. A ferramenta é uma nova geração do Photoshop, mais fácil de ser manuseada. Sua interface é simples e intuitiva, voltada às necessidades do fotógrafo e ideal para grande volume de imagens.

Ao contrário do Photoshop, o Lightroom é útil para tratar milhares de fotos ao mesmo tempo, com rapidez e agilidade. A ferramenta conta com o sincronismo: a capacidade de executar tratamento em todas as fotos de uma só vez. O Photoshop é mais indicado, por exemplo, para fotógrafos editoriais, que não trabalham com grande volume de fotos.

A maioria dos eventos esportivos é em local aberto. Por isso, o problema mais recorrente é a iluminação. Ora o dia está ensolarado, ora nublado, muitas vezes com alternâncias rápidas entre as duas situações. Para resolver esse problema, a primeira edição que eu faço é sempre a de exposição e sombras.

  • Passo a passo para tratamento de exposição e sombras:

Abaixo, segue um exemplo de tratamento de uma fotografia feita contra a luz.

FOTO1-3

Na imagem, temos o atleta no pórtico como assunto principal e, ao fundo, uma montanha compondo a imagem. Com a luz no contra (sol), percebe-se que o rosto do atleta está com uma sombra deixando a imagem desagradável.

O resultado da edição é este:

foto4

Veja as ferramentas que utilizei para fazer o tratamento no Lightroom:

FOTO3

Exposição => diminuí -0.46, assim consegui reduzir um pouco a claridade da imagem.
Contraste => diminuí -8, assim consegui suavizar os tons de preto.
Realces => diminuí -100, assim consegui recuperar o céu super exposto.
Sombras => aumentei +100, assim consegui recuperar a sombra existente no rosto do atleta.

Espero ter ajudado com essas dicas de tratamento. Não deixe de procurar alguns tutoriais online se precisar de instruções mais específicas. Existem ótimos vídeos no youtube e a própria Adobe disponibiliza uma documentação extensa e fácil de entender!

Por Vandrei Stephani com colaboração de Mariah Lollato.

Fotop

Fotop

Plataforma que ajuda o fotógrafo a vender suas fotos, possibilitando que ele viva de seus clicks.

Read More