Casal de corredores contou como a fotografia vai ajudá-los a chegar ao altar

Adriano era corredor desde 2011. Fernanda começou depois, mas os dois são hoje grandes fãs de corrida de rua. O casal se conheceu treinando em uma assessoria e, em 2018, na chegada da SP City Marathon, ele a pediu em casamento. Já acostumados a comprar suas fotos como atletas, os dois decidiram tornar-se fotógrafos para que a renda extra financiasse o casamento. Na live desta quarta-feira, Adriano e Fernanda contaram como aconteceu a história.

Ele começou na assessoria três meses antes dela e, quando Fernanda chegou, começaram a se encontrar escondidos dos amigos. O anúncio do relacionamento veio com uma foto postada no Instagram, sem as marcações de cada perfil. Os colegas reconheceram os tênis na foto, e chegaram a conclusão de que se tratavam dos dois.

A união do casal levou também à união no esporte. E aí virou rotina: acordar cedo e ir correr. “Era parceria sempre. Ele fazia a corrida dele e depois voltava 2km, 3km — dependendo da prova — para terminar junto comigo. Já com a medalha. Era parceria mesmo”, contou Fernanda.

WhatsApp-Image-2020-05-07-at-1.38.29-PM Foto: Vandrei Stephani

O pedido de casamento aconteceu em 2018, no dia 28 de julho, na chegada da SP City Marathon. Adriano já tinha planejado tudo havia tempo, mas Fernanda machucou o pé na semana da competição. Quase que não deu certo. Durante a live, ele contou brincando como foram aqueles dias para ele: “Ela falava: ‘não vou conseguir correr’, e eu respondia: "vai, você tem que correr essa prova!"

Enfim, Fernanda se recuperou a tempo. De manhã, enquanto se trocavam para a competição, Adriano escondeu a aliança em sua pochete. Ele terminou a corrida antes dela e ficou esperando-a na chegada. Pediu a um fotógrafo com a camiseta do Fotop que ficasse preparado para as fotos e, quando, ela chegou comemorando por ter batido um recorde pessoal, a pediu em casamento.

print-instagram---live *Adriano e Fernanda mostraram suas alianças durante a live *

Adriano começou a descobrir o mundo da fotografia ainda do lado de atleta. “Você começa a conhecer e já sabe onde o fotógrafo fica. Você está passando perto dele e pula para sair na foto." Ele já tinha uma câmera e, em 2018, decidiu começar a fotografar. Com o pedido de casamento, acharam que seria legal conseguir uma renda extra para pagar as despesas. Compraram uma câmera nova: foi quando Fernanda entrou para a fotografia também.

Começaram a fotografar as provas que não costumavam correr e, depois, outras maiores onde sabiam que venderiam mais. Foi o caso do Circuito das Estações: eles abriram mão de correr algumas etapas para fazer o papel de fotógrafos. O casamento estava marcado para o dia 7 de setembro mas, por conta da situação atual, talvez tenham que remarcar. Mas os planos de pagar toda a festa com o dinheiro do Fotop seguem: “As fotos que não estamos fazendo agora, pretendemos recuperar quando voltarmos. O planejamento é que o casamento inteiro seja feito só com a renda do Fotop”, contou Adriano.

Fotop

Fotop

Plataforma que ajuda o fotógrafo a vender suas fotos, possibilitando que ele viva de seus clicks.

Read More