Do comércio ao e-commerce na visão de Adidas, New Balance, Decathlon e Asics

“O esporte normalmente acontecia na rua, no dia a dia, na troca de experiências entre as pessoas”, disse a gerente de marketing da Adidas no Brasil Marina Bastidas, na última live do Fotop no Youtube. Além dela, também participaram da conversa Fábio Cedano, gerente de esportes na Decathlon, Felipe Pontual gerente de marketing na Asics, Wilson Chan, coordenador de marketing na New Balance e André Chaco, CEO do Fotop.

A ideia era falar sobre o mercado esportivo durante o período de pandemia. Se a prática de exercícios pressupõe estar na rua, isso quer dizer que ela parou com o isolamento social? Foi para responder a essa pergunta que os cinco especialistas se juntaram ao Fotop. E adiantamos: o esporte não parou, ele apenas mudou de lugar.

Mente sã e corpo são

Fábio, da Decathlon, começou contando ter percebido um aumento na preocupação pela prática de esportes. É como se, ao serem privadas de algo, as pessoas tivessem se dado conta de sua importância. E aí passaram a buscar equipamentos para que pudessem se exercitar em casa.

Felipe, percebeu o mesmo movimento. E a marca foi ao encontro do que buscavam seus clientes: “enxergamos não só a importância do esporte para a saúde física, mas também para a saúde emocional”, contou o gerente de marketing da Asics. Por isso, o foco tem sido oferecer a melhor experiência no presente, sem se prender à incerteza de quando tudo voltará ao normal.

“A New Balance teve um aumento na busca por esportes no Brasil”, contou Chan. E Marina completou: “Muita gente que não dava valor a isso, pôde entender com o momento a importância da prática esportiva, e como ela pode refletir positivamente em sua vida”.

woman-3053489_1920

Mudança do presencial para o digital

Para manter o relacionamento com os clientes, foi preciso mudar o contato do físico para o virtual. Era um movimento que já vinha acontecendo, mas que foi acelerado. “Estamos aprendendo essa nova maneira de nos comunicar”, contou o gerente de marketing da Decathlon.

“Tivemos que nos adequar”, disse também Felipe, da Asics. Assim, uma a evolução que demoraria muito mais tempo para acontecer, teve que se desdobrar em meio ao furacão. Com isso, o e-commerce e a digitalização de todas as marcas ganharam força.

E Chan enxerga muitos pontos positivos nisso. O digital é um meio que permite que as marcas estejam próximas dos clientes, acredita o gerente de marketing da New Balance. “A gente está na casa das pessoas, em suas mãos, no celular, na televisão e até outros meios”, disse.

O lançamento dos produtos passou a ser feito também online. Campanhas presenciais foram canceladas, e a produção de conteúdo ganhou uma importância muito maior. Na Adidas, onde ela já era fundamental, ganhou mais destaque, contou Marina. “Com certeza, quando as coisas estiverem retornando ao normal, o digital vem para complementar o físico”, disse a gerente de marketing da empresa.

Assim como as outras marcas, o Fotop também se adaptou ao digital. O Fotop Serviços é uma plataforma que conecta fotógrafos a negócios e pessoas em busca de uma sessão fotográfica, em diversos segmentos: e-commerce, alimentos, imóveis, ensaios e outros. Para se cadastrar como fotógrafo ou solicitar um serviço, é só clicar aqui!

Por Mariah Lollato

Fotop

Fotop

Plataforma que ajuda o fotógrafo a vender suas fotos, possibilitando que ele viva de seus clicks.

Read More