/ Empresa B2B

O que você precisa saber sobre os tours virtuais de imóveis

Um tour virtual pelo imóvel pode não ser capaz de substituir completamente uma exibição presencial, mas ajuda com a conveniência e elimina interações desnecessárias

Os tours virtuais tornaram-se uma das alternativas mais viáveis nos últimos meses para quem trabalha com a venda e a locação de imóveis. Isso porque oferecem conveniência e acessibilidade, já que com o avanço da pandemia, as pessoas estão ficando cada vez mais em casa.

Se por um lado os inquilinos precisam procurar propriedades para alugar, por outro, os proprietários precisam divulgar seus imóveis de forma segura e protegida. E, para isso, apostar na tecnologia do tour virtual pode ser a melhor estratégia.

Foi pensando nisso que resolvemos listar algumas dicas sobre o assunto, logo abaixo. Confira:

Os passeios pelo apartamento virtual não precisam ser complicados

Alguns proprietários optam por ter um guia virtual de sua propriedade disponível na listagem (às vezes em 3D) para que os inquilinos possam ter acesso a uma casa aberta e virtual a qualquer momento.

Quando uma exibição presencial não é uma opção, pode ser útil para os proprietários oferecerem passeios virtuais individuais com os inquilinos.

Ainda assim, esses passeios virtuais não precisam ser tecnologicamente avançados, desde que o proprietário conte com a ajuda de uma empresa responsável e que trabalhe com o tipo de serviço.

O propósito é que o interessado no imóvel possa ver a propriedade de forma adequada e consiga falar com o locador.

Veja o tour virtual 3D, com a tecnologia Matterport, produzido pelo Fotop para a Loft

Seja tão cuidadoso quanto seria durante uma exibição presencial

Os tours virtuais de apartamentos podem não ser uma regra para um locador ou possível inquilino ainda, mas em uma apresentação, é importante ser tão cuidadoso quanto seria durante uma exibição presencial.

Dessa forma, não há espaço para descuido. Os proprietários devem limpar e preparar o local como fariam antes de uma visita pessoal. Além disso, é importante ter toda a papelada relevante pronta para ser enviada eletronicamente ao inquilino em potencial.

Mostre todas as partes da propriedade ou unidade de aluguel

Só porque a visita é virtual não significa que nenhuma parte relevante da unidade ou propriedade deva ser deixada de fora. Isso se aplica a espaços como áreas comuns, elevadores e escadarias, comodidades (como uma academia, lavanderia de um prédio ou um saguão) e a parte externa da propriedade.

Tenha fotos de qualidade para complementar o tour virtual

Por fim, é importante que, além do tour virtual, você também tenha algumas fotos de qualidade prontas para acompanhar o passeio. Como os inquilinos costumam tirar suas próprias fotos durante uma exibição, as fotos que você fornece a um possível morador após uma exibição virtual podem ser mais detalhadas e gerar maior interesse.

Vale ressaltar que um tour virtual pelo imóvel pode não ser capaz de substituir completamente uma exibição presencial, mas ajuda com a conveniência e elimina interações desnecessárias. O interessado pela propriedade pode decidir que precisa ver o local pessoalmente antes de assinar o contrato, mas oferecer passeios virtuais pode pelo menos ajudar a diminuir as reuniões pessoais com pessoas que não estão realmente interessadas.

Tem interesse em solicitar um serviço de fotografia, então não deixe de visitar o nosso site. Clique aqui e fique por dentro de todos os trabalhos dos nossos parceiros fotógrafos FOTOP.

Fotop

Fotop

Plataforma que ajuda o fotógrafo a vender suas fotos, possibilitando que ele viva de seus clicks.

Read More