/ Empresa B2B

Setor imobiliário e criptomoedas: o que esperar?

*As criptomoedas tem conquistado e alcançado cada vez mais investidores e curiosos em todo o mundo. E com isso, diversos segmentos já estão sendo impactados e influenciados por esta nova forma de pagamento *

Atualmente, alguns setores já aceitam criptomoedas como pagamento de viagens, hospedagem, roupas, produtos em geral. E agora, o setor imobiliário começa a se movimentar nesse sentido.

O tradicional setor imobiliário enxerga nas criptomoedas e no blockchain as ferramentas ideais para o próximo passo na evolução financeira. Prova disso é o uso de criptomoedas em empreendimentos imobiliários de baixo custo. Neles, é possível realizar o pagamento em bitcoin (BTC) e ether (ETH) para apartamentos em São Paulo. Para o futuro, a tendência é de outras moedas digitais serem aceitas.

Assim, a expectativa é aumentar a quantidade de caixas eletrônicos para comercialização de criptomoedas até o final de 2022, através de parcerias com gigantes do varejo. Esse tipo de investimento em novos pontos de atendimento acontece com a necessidade de suprir uma demanda gerada pelo aumento de investidores em criptoativos. Mas, também, pela necessidade de converter o investimento em dinheiro físico e vice-versa.

É possível o pagamento de imóvel com criptomoeda?

Para autenticar qualquer transação em dinheiro (moeda real), seja financiamento ou não, é necessário ter a escritura pública de compra e venda do imóvel. Esse documento deve ser devidamente reconhecido pelo tabelião, o que pode demorar algum tempo.
Já para o pagamento de um imóvel com moeda digital, o dono da criptomoeda utiliza uma chave digital particular para assinar a transação Em seguida, a própria operadora valida a transação através de criptografia, fazendo o papel que seria do tabelião, mas em um tempo muito menor.

E o registro do imóvel comprado com criptomoeda?

Essa etapa é onde a matrícula do imóvel é atualizada e tem o objetivo de comprovar a compra do imóvel e informar quem é o atual proprietário. A matrícula do imóvel é um documento onde qualquer pessoa consegue verificar e consultar.

No Brasil, por esse documento ser público, o registro do imóvel ainda é realizado no cartório de imóveis, mas a moeda digital já possui uma alternativa: blockchain. Ele nada mais é do que um livro-razão compartilhado e imutável do registro de transações e rastreamento de ativos. É a própria operadora da moeda digital a responsável por essa parte. Isso só mostra como a moeda digital vem ganhando cada vez força, inclusive no mercado imobiliário.

Conte com um fotógrafo profissional

Uma representação visual de uma propriedade define o tom para o potencial comprador. As primeiras impressões no setor imobiliário são cruciais e muitas vezes decidem se alguém dá o próximo passo ou transfere uma propriedade.

Contratar um fotógrafo profissional de imóveis é essencial. Os fotógrafos imobiliários entendem como enquadrar uma fotografia para representar melhor a casa. Mas gastar tempo e despesas extras para fotografar profissionalmente uma propriedade compensa no final. Fotos profissionais trazem mais compradores interessados que já têm uma boa impressão do imóvel antes de chegar.

O Fotop conta com tecnologia e profissionais gabaritados para oferecer o que há de melhor em demonstração imobiliária. Você e sua empresa podem contar com produção de vídeos e fotos profissionais, além de acrescentar todo o encanto de um tour virtual em suas casas.

Quer saber mais sobre os nossos serviços? Clique aqui.

Acompanhe também o nosso perfil no Instagram.

Fotop

Fotop

Plataforma que ajuda o fotógrafo a vender suas fotos, possibilitando que ele viva de seus clicks.

Read More